Raízen – Programa de Estágio em SSMA – Vagas em Piracicaba (SP)



  

Seleção busca estudantes com previsão de formatura para 2017. Também é preciso ter conhecimentos no Pacote Office.

Você está a procura de um novo emprego em 2016?

Gostaria de trabalhar em uma grande empresa e colocar em prática o que está aprendendo dentro do meio acadêmico?

Estão abertas as inscrições para o Estágio em SSMA (Piracicaba) da Raízen, que está em busca de estudantes que vão se formar nos meses de Julho de 2017 até Dezembro de 2017,  com nível intermediário da Língua Inglesa e que ainda possuem bons conhecimentos com relação ao Pacote Office, principalmente quando se diz respeito ao Programa Excel, no qual é um diferencial para a seleção.

Veja também:  Estágio Cargill 2016 - Área de Nutron

As atividades serão realizadas no CAR de Piracicaba e o estagiário vai trabalhar durante 30 horas semanais com o acompanhamento das devidas atualizações que estão diretamente ligadas ao SSMA, além do controle dos diferentes tipos de dados estatísticos que trata os indicadores do SSMA, mais a participação e o suporte para a elaboração, o desenvolvimento, a produção e ainda o envio de inúmeros materiais para as campanhas e também para os programas de SSMA em todos os tipos de usinas. Fora essas tarefas ainda temos a participação diretamente no desenvolvimento e com relação ao Sistema Integrado de Gestão das Operações da própria Raízen, ou simplesmente SIGO, é efetua a atualização dos procedimentos, juntamene com o suporte para todas as dúvidas que forem geradas no campo.

Veja também:  AkzoNobel - Vagas de Estágio em Marketing




Como todos os procedimentos organizados pela Cia de Talentos, as inscrições devem ser feitas acessando o link bem aqui e depois disso ainda ocorrem as etapas de análise dos atributos da ficha de inscrição, junto com uma entrevista de forma online conhecida por Cyber Interview e por último a opção da entrevista diretamente com o gestor.

Dúvidas podem ser encaminhadas para o e-mail debora.alexandre@ciadetalentos.com.br.

Por Fernanda de Godoi



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *