Áreas que estão em alta na crise econômica



  

Mesmo com a crise econômica afetando o País, algumas áreas conseguem se manter firmes no mercado de trabalho.

Com o cenário econômico em recessão e com as incertezas para os próximos meses no país, quem deseja trocar de carreira ou está procurando uma recolocação no mercado de trabalho deve estar atento para não fazer a escolha errada.

Algumas áreas conseguem sobreviver bem à crise e devem ser o foco da procura. Essas áreas, no entanto, não devem ser encaradas como imunes à crise econômica, pois podem sofrer algum prejuízo, mas são áreas que enfrentam a crise com maior resiliência. Conheça algumas:  

– Tecnologia:

Sempre em crescimento no país, o setor de tecnologia é um dos que mais suporta as variações econômicas do país. Setores como os de TI absorvem bem os funcionários e oferecem, além disso, salários atraentes. O setor de desenvolvimento de tecnologia também não sofreu queda com a crise e continua com uma boa demanda de profissionais.  

Veja também:  Alterdata abre vagas de emprego em várias cidades do país

– Saúde:

É uma das áreas em que as famílias não fazem cortes, por ser considerada essencial. Mesmo com a queda do poder de compra do brasileiro, o setor de saúde continua em alta acompanhando também o fenômeno de envelhecimento da população.  

– Educação:

Também considerado pelas famílias um setor essencial, a educação mostra grande resiliência em meio à crise. Mesmo com os cortes realizados pelo Governo Federal em programas como o Pronatec e o Fies, que causaram impacto negativo às instituições de ensino superior privadas, o setor continua sem grandes perdas. 





O brasileiro tem agora uma nova visão de que educação é investimento a longo prazo e não um gasto e isso faz com que esse setor tenha crescimento, mesmo em meio à crise, o que gera tanto vagas na área acadêmica como na administrativa.  

Veja também:  PAT de São Pedro (SP) oferta vagas de emprego

– Setor financeiro:

O setor bancário vem resistindo bem à desaceleração econômica do país, e os profissionais mais requisitados são os que têm um bom entendimento de todas as áreas dos negócios e assim conseguem se mover com mais facilidade pelos setores da empresa. Os profissionais mais requisitados no setor financeiro é o que é responsável pela área de compliance, ou seja, o que cuida do controle da empresa, bem como das regras de transparência da mesma. Nada mais previsível em época de crise.

– Vendas:

Quem tem o talento de impulsionar boas vendas é extremamente precioso para o mercado nesse momento. Embora o consumo tenha diminuído, esses profissionais, quando bem preparados, podem fazer a diferença na empresa.  

– Agronegócios:

Embora a Confederação Nacional da Agricultura afirme que as atividades da agropecuária brasileira sofreram uma inibição devido ao cenário econômico brasileiro, o agronegócio continua tendo um desempenho melhor do que os outros setores da economia.

Veja também:  ParkShopping de Brasília (DF) oferta vagas de emprego

Segundo os produtores, as exportações cresceram pela desvalorização do real. Os setores que mais crescem na agropecuária brasileira são os de produção de produtos florestais e de carne. 

Por Patrícia Generoso



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *