Motivos que tiram a qualidade de vida dos profissionais



  

Falta de equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, pressão em excesso e chefes mal preparados tiram a qualidade de vida dos profissionais no ambiente de trabalho.

Não há a menor dúvida de que o que mais estraga a qualidade de vida dos profissionais brasileiros são os chefes, mas isso não significa que são aqueles chefes que pegam no pé do funcionário e não lhe dão folga para nada, pelo contrário, os profissionais reclamam dos chefes que são "fracos", que não trazem novidades para a empresa, não buscam novos mercados, não reúnem a equipe para um plano estratégico, ou seja, os profissionais reclamam do chefe hoje em dia, porque querem trabalhar, crescer, ver a empresa prosperar, mas o chefe acaba travando todo este processo.

Quando se tem um chefe focado no crescimento da empresa como um todo, os funcionários poderão fazer planos, traçar metas, sonhar com novas possibilidades e claro, garantir uma qualidade de vida melhor.
Mas não são apenas os chefes fracos que têm tirado o sono dos bons profissionais, há outras causas impedindo a busca por uma melhor qualidade de vida, por exemplo, a falta de um equilíbrio entre a vida profissional e pessoal.

Veja também:  Diplomacia Civil abre novas oportunidades de emprego em São Paulo

Levar serviço para casa não é nenhuma novidade, aliás, é uma prática muito antiga, mas com o avanço da tecnologia, atualmente as empresas se fazem presentes na vida do funcionário quase que em tempo integral. Fora do horário de trabalho os profissionais precisam ficar conectados o tempo todo para conferirem e-mail ou mensagens no celular, pois a empresa pode estar lhes enviando algum comunicado mais urgente.

E tem o fato ainda de que com concorrência cada vez maior, os profissionais estão tendo que se dedicar cada vez mais ao trabalho e isso, claro, tem roubado o tempo que antes era dedicado ao descanso, convívio com a família, um futebol com os amigos, uma ida ao supermercado, ao salão, ao shopping, algum reparo na residência, maior convivência com os filhos, tudo isso tem dado lugar ao trabalho e a qualidade de vida, claro, vai caindo em disparada.

Veja também:  Agência Emprego Brasil - A Sua Comunidade de Emprego na Internet




Por último, um dos fatores que mais contribuem para a queda de qualidade de vida dos profissionais é a pressão em excesso.

No atual cenário, nenhum profissional espera que seja diferente no ambiente de trabalho, a pressão faz parte do dia a dia de todos, mas tudo em excesso é prejudicial e quando este excesso é uma pressão feita no trabalho por mais e melhores resultados, tende a desmotivar o profissional e o resultado pode ser justamente o contrário para a empresa.

Sempre que o profissional detectar algo no trabalho que o impeça de crescer profissionalmente, contribuir com o crescimento da empresa e compromete sua qualidade de vida, o melhor caminho é o do diálogo, pois esperar que as coisas mudem sem levar ao conhecimento dos seus superiores a sua insatisfação com a empresa, poderá gerar prejuízos para ambos, patrões e empregados.

Veja também:  Vagas de emprego temporário em São Paulo para o Natal

Por Russel



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *